Requalificação e ampliação da Escola Básica Prof. Armando de Lucena - Malveira

Contribuindo para a modernização e aumento da capacidade do parque escolar, foram hoje inauguradas, com a presença da Secretária de Estado Adjunta e da Educação e do Presidente da Câmara Municipal de Mafra, as novas instalações da Escola Básica Prof. Armando de Lucena, na Malveira, cuja intervenção decorreu da celebração de um protocolo entre o Ministério da Educação e o Município de Mafra. 

Nas palavras da Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, “a educação só funciona se assentar num triângulo constituído pelo Ministério da Educação, pelas autarquias e pelas escolas. É da boa articulação destes três vértices que resulta o sucesso educativo”. Assim, no dia em que se assinalou a elevação das condições infraestruturais disponibilizadas aos alunos que frequentam a escola da Malveira, a representante do Governo anunciou que o Ministério e a Câmara vão promover a requalificação da Escola Básica António Bento Franco, na Ericeira, assim concluindo o ciclo de investimentos na modernização do parque escolar do 2.º e 3.º ciclos do Concelho de Mafra.

Referindo-se às novas instalações da Escola Básica Prof. Armando de Lucena, na Malveira, o Presidente da Câmara Municipal, Hélder Sousa Silva, declarou que estas “inauguram uma oportunidade para dar o salto qualitativo na oferta educativa disponibilizada a mais de 550 alunos. São a materialização de uma antiga e justa ambição da comunidade que, até agora, era servida por uma escola claramente desajustada das exigências colocadas à educação do século XXI”.

Esta é uma obra de dimensão assinalável: com a disponibilização de mais oito salas de aula, aumentando a capacidade do estabelecimento de ensino que serve um território em expansão demográfica, abrangendo alunos provenientes da União das Freguesias de Malveira e São Miguel de Alcainça, da Azueira (União das Freguesias da Azueira e Sobral da Abelheira) e da União das Freguesias de Enxara do Bispo, Gradil e Vila Franca do Rosário; e com a reabilitação total dos diferentes espaços do complexo escolar, integrando ainda as instalações da antiga Casa de Cultura da Malveira.

Estas novas condições físicas vão permitir o enriquecimento das aprendizagens, a melhoria da prática letiva e uma maior interação entre os intervenientes do processo educativo, conforme sublinhou o Diretor do Agrupamento de Escolas da Malveira, Luís Amado.

O custo total da intervenção é de cerca de 2,2 milhões de euros, com comparticipação de 700 mil euros do Ministério da Educação e assumindo a autarquia, direta ou indiretamente, mais de 1,5 milhões de euros (dos quais 600 mil provenientes da candidatura que efetuou a financiamento comunitário e 900 mil do orçamento municipal), para além da cedência da Casa de Cultura. 

Requalificação e ampliação da Escola Básica Prof. Armando de Lucena - Malveira