Mais transporte público no Concelho de Mafra

O Presidente da Câmara Municipal de Mafra participou, hoje, da deliberação tomada pelo Conselho Metropolitano de Lisboa que, por unanimidade, decidiu criar a empresa de Transportes Metropolitanos de Lisboa, que servirá Mafra e os restantes municípios da Área Metropolitana de Lisboa (AML). Esta empresa disponibilizará, já a partir de abril do próximo ano, passes únicos com o custo máximo de 30 euros para os serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros de âmbito municipal e de 40 euros para transporte intermunicipal. As crianças até aos 12 anos não pagam transporte e, por família, o pagamento máximo total será de 80 euros (dois passes sociais).

O mapa de rede, a elaborar com o contributo dos municípios abrangidos, contemplará novas carreiras, tanto dentro de cada município, como entre municípios.

Ainda nesta reunião foi aprovado o cofinanciamento do sistema de transportes por parte dos municípios, de modo a qualificar o sistema de transporte público de passageiros, incluindo a renovação do material circulante. Este cofinanciamento foi calculado com base em três variáveis: área, população e receita média dos anos 2015 em 2017 em cada município. No caso de Mafra, o Município vai investir, do seu orçamento, 1,5 milhões de euros por ano, na melhoria do serviço de transporte.

Estas deliberações foram tomadas na sequência das resoluções assumidas na 1.ª Cimeira das Áreas Metropolitanas, na qual os Municípios assumiram, como prioridades, a melhoria da mobilidade, a simplificação do sistema tarifário e a redução significativa do seu custo para o utente, de forma a induzir a crescente utilização do transporte público de passageiros, contribuindo igualmente para a sustentabilidade ambiental.