Estratégia para a Dinamização Económica de Mafra

O Município de Mafra posiciona-se, cada vez mais, como um agente impulsionador do desenvolvimento económico local. Assim, dando continuidade à sua política de promoção da competitividade territorial, elaborou a “Estratégia para a Dinamização Económica de Mafra”, que sistematiza uma visão de longo prazo para implementar, de forma concertada, um plano de ação destinado a aumentar a notoriedade do destino, potenciar a sua capacidade de atração de investimento e, como objetivo prioritário, aumentar a geração líquida de empregos.  

Do ponto de vista processual, a definição da estratégia compreendeu, como etapas, a análise da situação, a segmentação de mercados e a definição de orientações estratégicas e operacionais, incluindo também a auscultação dos principais stakeholders locais, numa perspetiva colaborativa e integradora das suas visões.

Num Município que integra mais de 9 mil empresas que faturaram, no total, mais de 1,8 biliões de euros (de acordo com dados de 2014), caracterizado por ser muito dinâmico e atrativo para a instalação de novos negócios e pela vocação exportadora de um amplo conjunto de empresas instaladas, foram identificados 10 setores estratégicos: empreendedorismo, indústria, serviços, novas tecnologias, outdoor, mar, agroalimentar, comércio e serviços de proximidade, cultura e turismo.

No plano de ação, foram integradas ações tão distintas quanto a constituição de uma entidade para a captação de investimento (M Invest), a criação de um programa de incentivos à instalação de novas empresas, a organização de um fórum anual para discussão das questões do desenvolvimento económico ou de visitas de embaixadores, entre outros exemplos.