Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar

O Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar visa consolidar o Projeto Educativo Municipal, através da criação de uma equipa multidisciplinar para prevenção e acompanhamento de situações de risco, de iniciativas para sinalização e recuperação de jovens em situação de abandono escolar precoce e da diversificação de respostas sociais e/ ou educativas/ formativas de modo a garantir igualdade de oportunidades de sucesso a todas as crianças e jovens do Concelho.

Pretende-se contribuir para a promoção da disciplina, através de iniciativas no âmbito da educação para a cidadania e os valores e para o envolvimento de todos os membros da comunidade educativa, nomeadamente, os encarregados de educação, através da realização de ações de sensibilização e capacitação relacionadas com diferentes temáticas.

De destacar a constituição de uma rede de mediadores escolares concelhios por aplicação da metodologia da Associação EPIS (Empresários para a Inclusão Social). A equipa será composta por técnicos com perfil adequado às funções a desempenhar (assistentes sociais, psicólogos e educador social) que receberão formação inicial sobre a metodologia a aplicar e, posteriormente, serão acompanhados pelos coordenadores da Associação EPIS. Os mediadores farão a identificação dos alunos em situação de risco de insucesso e de abandono escolar e, posteriormente, o diagnóstico e acompanhamento direto dos alunos ou o encaminhamento para outras estruturas, entidades ou serviços existentes no Agrupamento/ Escola, ou na comunidade.

Estes mediadores assegurarão, ainda, a realização de seminários, destinados a alunos, famílias, pessoal docente e não docente, relacionados com as seguintes temáticas: "Bulliyng", "Preparação para os Exames", "Motivação", "Disciplina na Adolescência", "Preparação para a Transição/Mudança de Ciclo", "Gestão de Comportamentos na Sala de Aula", e "Gestão de Comportamentos nos Recreios".

Integra projetos no âmbito da promoção da leitura, do empreendedorismo e do ensino e aprendizagem da matemática, das ciências experimentais e das ciências sociais e humanas que complementam a ação das escolas e agrupamentos. A introdução das TIC em contexto educativo é, igualmente, uma das medidas que visa dar cumprimento, de forma transversal, a diversos objetivos, nomeadamente, motivar os alunos, envolver os encarregados de educação, promover o trabalho colaborativo entre os professores e aproximar os alunos às suas comunidades.

Simultaneamente, visa, ainda, melhorar os processos de acompanhamento e monitorização do Projeto Educativo Municipal, em particular, no que diz respeito aos resultados escolares.

Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar