SMAS de Mafra: gestão direta e próxima do abastecimento de água e saneamento

A Câmara Municipal deliberou propor, à Assembleia Municipal, a criação dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento do Município de Mafra (SMAS de Mafra) e a aprovação da respetiva estrutura orgânica, na sequência da deliberação, anteriormente tomada, de resgate e reversão da concessão da exploração e gestão dos serviços públicos de abastecimento de água e de drenagem e tratamento de águas residuais.

Os SMAS de Mafra estarão prontos para assumir, a partir de 1 de janeiro de 2019, a responsabilidade pela gestão deste sistema, que integra: no âmbito do abastecimento de água, 962 km de redes, 42 reservatórios, 11 estações elevatórias e 17 sistemas hidropressores, que servem 41.103 contadores; no âmbito do saneamento, 447 km de rede, 15 ETAR’s, 35 estações elevatórias e 33 fossas municipais, que servem 34.454 ramais.

A estrutura orgânica proposta para os SMAS de Mafra integra um Diretor Delegado, 4 unidades orgânicas flexíveis, 22 subunidades orgânicas flexíveis e 3 serviços hierarquicamente dependentes do Diretor Delegado.