Animais de Companhia

Enquadram-se nos animais domésticos, juntamente com os animais de quinta e exóticos, que também convivem com o homem, em lugar específico para viver, diferente do seu habitat natural.

Os cães foram dos primeiros animais a serem domesticados, sendo atualmente o preferido de todos, pois ajudam em algumas atividades, como verdadeiros companheiros, criando fortes vínculos com os donos.

É um mamífero omnívoro (alimenta-se de produtos de origem vegetal e animal). Existem cerca de 400 raças com características específicas para determinadas actividades e ambientes:

  • Cão guia – Pastor Alemão, Golden Retriever e Retriever do Labrador;
  • Cão para apartamento – Beagle, Bichon Frisé, Basset Hound, Chihuahua, Cocker Spaniel Inglês, Cocker Spaniel Americano, Dachshund Miniatura, Lhasa tipo maltês, Pincher, Poodle, Pequinês, Pug, Shar-Pei, Schnauzer Miniatura, Shih-tzu, Scottish Terrier, Westie Terrier e Yorkshire;
  • Cão de resgate – Pastor Alemão, Pastor Belga, Boxer, Doberman, Labrador e Rottweiler;
  • Cão de guarda – Bulmastiff, Doberman, Rottweiler, Pastor Alemão, Pastor Belga, Komondor, Schnauzer gigante, Rhodesian Ridgeback, Chow-chow e Mastiff;
  • Cão de rebanho – Castro Laboreiro, Fila de São Miguel, Rafeiro Alentejano e Serra da Estrela.

É muito importante analisar o comportamento da raça antes de adquirir um cão, para se criar uma simbiose entre estes e os donos, fundamental para uma coexistência duradoura. Não se deve pensar que são como que um brinquedo, para se achar piada enquanto jovens e mais tarde os abandonar. Pela amizade e carinho que nos dispensam, merecem a nossa gratidão.

Os gatos são carnívoros e entre os animais domésticos, os mais populares.
A sua principal característica é o individualismo, graça, simpatia, solidão e independência (por mais que sejam domesticados).
Assim, continuam sendo “livres”, não se submetendo aos donos (como o cão) fazendo uma vida sempre à sua maneira e com as suas regras.
São caçadores naturais, independentemente de serem criados em casa e bem alimentados.
São animais carinhosos, tendo o bigode como órgão táctil de extrema sensibilidade.

 

O Cão Guia

 

Doenças dos Canideos (cães)

Doenças dos Felídeos (gatos)

Doenças comuns aos Canídeos e Felídeos (cães e gatos)

Recolha de Animais de Companhia Vivos

Recolha de Cadáveres de Animais de Companhia

Legislação de Animais de Companhia